quinta-feira, 24 de junho de 2010

Pecadores nas mãos de um Deus irado (5)

Aplicação (3)



3. A miséria a que vocês estão sujeitos e aquela que Deus vos infligirá, a fim de demonstrar a força da ira do Senhor. Deus tem em Seu coração a intenção de mostrar aos anjos e aos homens, não só a excelência do Seu amor, como a severidade de Seu furor. Às vezes os governantes da terra resolvem mostrar a força de sua ira através de castigos extremos que mandam infligir sobre aqueles que os enfurecem. Nabucodonosor, o poderoso e arrogante rei do império dos caldeus, demonstrou seu furor quando, ao se irritar com Sadraque, Mesaque e Abdenego, ordenou que se acendesse a fornalha de fogo ardente sete vezes mais do que o normal. Como era de se esperar, a fornalha foi aquecida intensamente, até atingir o mais alto grau que poderia produzir. O grande Deus também quer revelar a Sua ira, e exaltar Sua tremenda majestade e grandioso poder através dos sofrimentos desmedidos de Seus inimigos. “Que diremos, pois, se Deus querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos da ira, preparados para a perdição.” Rom. 9:22. E visto que esse é o Seu desígnio e o que Ele determinou, ou seja, mostrar quão terrível e ilimitada é a ira, a fúria e a indignação do Senhor, Ele o mostrará realmente. Será realizado algo horrendo, muito terrível. Quando o grande e furioso Deus tiver Se levantado e executado Sua terrível vingança sobre o mísero pecador, e o desgraçado estiver sofrendo o peso e o poder infinito de Sua indignação, então Deus chamará o universo inteiro para contemplar a imensa majestade e o tremendo poder que nEle existe. “Os povos serão queimados como se queima a cal, como espinhos cortados arderão no fogo. "Ouvi vós os que estais longe, o que tenho feito; e vós, que estais perto, reconhecei o meu poder. Os pecadores em São se assombram, o tremor se apodera dos ímpios; e eles perguntam: Quem dentre nós habitará com o fogo devorador? Quem dentre nós habitará com chamas eternas?” Is. 33:12-14. Assim será com vocês que não são convertidos, se permanecerem nesse estado. O poder infinito, a majestade e a grandiosidade do Deus onipotente serão exaltados em vocês através da inexprimível força dos tormentos que vos sobrevirão. Vocês serão atormentados na presença dos santos anjos e na presença do Cordeiro. E quando estiverem nesse estado de sofrimento, os gloriosos habitantes do Céu sairão para contemplar esse espetáculo horrendo, e verão como é a ira e a fúria do Todo-poderoso. E quando virem todas essas coisas se prostrarão e adorarão Seu grande poder e majestade. “E será que de uma lua nova à outra, e de um sábado a outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Senhor. “Eles sairão, e verão os cadáveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e eles serão um horror para toda a carne.” Is. 66:23-24.

[1ª Parte][2ª Parte][3ª Parte][4ª Parte][5ª Parte][6ª Parte][7ª Parte][e-Book]