sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Uma Carta ao Meu Filho, com Amor » Josafá Vasconcelos

Esta carta eu escrevi ao meu filho que se envolveu emocionalmente com uma moça descrente quando jovem. Na época minha esposa e eu ficamos muito preocupados e iniciamos uma batalha pela salvação de sua alma. Graças ao Senhor ele considerou a Palavra de Deus, e, por Sua misericórdia, libertou o meu amado filho de cair na “linsonja da mulher estranha”. Hoje ele está casado com uma serva de Deus. Publico esta carta para advertir aos jovens que estão no mesmo envolvimento e encorajá-os a ouvirem a voz do Salvador. — Josafá Vasconcelos

Fonte: Os Puritanos