terça-feira, 16 de abril de 2013

A aparente confissão de fé | Matthew Henry

Matthew HenryOs privilégios externos, a profissão e a conversão aparente, não podem guardar da vingança de Deus contra os que se desviam, voltando-se à incredulidade e à desobediência. A destruição dos israelitas incrédulos no deserto demonstra que ninguém deve presumir de seus privilégios. Eles tiveram milagres como seu pão diário, e ainda assim pereceram na incredulidade. Um grande número de anjos não se agradou com os lugares que Deus lhes assinou; o orgulho foi à causa principal e direta de sua queda.

Os anjos caídos estão reservados para o juízo do grande dia; e os homens caídos querem escapar dele? Com toda certeza que não. Considere-se isto no momento devido. A destruição de Sodoma é uma advertência a toda voz para todos, para que lhe prestemos atenção e fujamos das concupiscências carnais que batalham contra a alma (1 Pe 2.11) .

Deus é o mesmo Ser puro, justo e santo agora que então. Portanto, tremam e não pequem (Sl 4.4) não descansem em nada que não submeta a alma à obediência de Cristo, porque nada senão a renovação de nossa alma conforme à imagem divina, que opera o Espírito Santo, pode impedir que sejamos destruídos entre os inimigos de Deus. Considere-se o caso dos anjos e note-se que nenhuma dignidade nem valor de criatura serve.

Então, como deve tremer o homem que bebe a iniquidade como se fosse água" (Jó 15.16).

Extraído do Comentário Biblico do Matthew Henry

N.T. – Epistola de Judas V.5-7