quinta-feira, 21 de março de 2013

A Doutrina Perdida da Regeneração | Paul Washer

DESCRIÇÃO

A Doutrina Perdida A evidência da conversão não é um “cartão de decisão” preenchido, é uma vida sendo vivida!

Deus ordena a todos, em todo o mundo, que se arrependam de seus pecados e creiam no Evangelho e a produzir frutos dignos de arrependimento. Você está dizendo: “Irmão Paul, você está falando sobre uma salvação por obras?” É claro que não. Eu estou falando sobre uma doutrina perdida na igreja; deixem-me falar por mais um tempo. Eu vou fechar a minha Bíblia com fé de que eu já estou terminando, para ir embora. Mas me deixem falar por mais um pouco de tempo.

Se existe uma doutrina perdida na igreja, hoje, que tem destruído o evangelismo é a doutrina da regeneração. Regeneração não é meramente uma decisão humana. Você não é salvo simplesmente porque você decidiu pular pra fora da fila que vai para o inferno para pular para dentro da fila que vai para o céu. A salvação é um trabalho sobrenatural de Deus, no qual o poder de Deus é manifestado de tal maneira que se compara ou excede o poder de Deus manifestado na criação do universo. O universo foi criado “ex-nihilo”, a partir do nada, mas quando Deus salva um homem Ele recria esse homem a partir de uma massa corrompida. Quando as pessoas realmente se arrependeram, quando as pessoas realmente creram, há um trabalho de regeneração acontecendo, no qual cada uma dessas pessoas se torna uma nova criatura; e como uma nova criatura, com uma nova natureza, essas pessoas viverão uma vida diferente. A evidência de regeneração não é você o fato de você ter tomado uma decisão uma vez em uma campanha evangelística. A evidência de regeneração é que a sua vida está sendo transformada.

Você acha que Deus só transforma alguns de Seus filhos? A doutrina de um cristão vivendo em um contínuo estado de carnalidade é totalmente uma heresia. Os cristãos pecam? Sim. Pode acontecer de cristãos caírem na carne? Sim. Os cristãos podem caminhar de maneira imatura por um tempo? Sim. Mas os cristãos podem vivem um vida ímpia e mundana todos os dias de sua vida? De maneira nenhuma! Porquê? Por que a salvação é um trabalho sobrenatural de Deus, no qual se alguém está em Cristo esse é nova criatura [2 Cor 5:17] e uma nova criatura vive de uma maneira diferente. É por isso que quando as pessoas me dizem hoje que “existe tanto pecado dentro da igreja como fora da igreja”, que “existe tanto divórcio e pornografia e mentira e ódio e disputas dentro da igreja quanto fora da igreja”.

Isso é uma mentira. A Igreja de Jesus Cristo no mundo hoje é linda. Ela é quebrantada, ela é confessional, ela está andando com seu Deus e quando ela peca, ela fica arrasada e ela retorna a Ele. O problema das pessoas que falam aquelas coisas é que elas estão chamando de “Igreja” o que não é a Igreja. Se a Igreja é como a maioria das pessoas falam que é, então todas as promessas da nova aliança na Bíblia falharam, mas Deus diz na nova aliança, que Ele vai formar um povo e Ele vai ser o seu Deus e eles serão o Seu povo, e a lei de Deus estará escrita no coração deles e eles vão andar por ela. [Ezequiel 36:25-27]

A evidência da conversão não é um “cartão de decisão” preenchido, é uma vida sendo vivida. Um grande amigo meu ligou para um academêmico cristão muito importante na história, o Doutor Dallimore. Ele disse: “Doutor Dallimore, eu tenho uma pergunta: Os puritanos realmente não faziam convites e as coisas que a gente faz hoje, então como eles sabiam quando alguém havia sido salvo?”

Dallimore disse isso: “Bem, isso era fácil: a vida deles era transformada e as pessoas continuavam indo à igreja.” Como NÓS sabemos que eles foram salvos? Eles não vêm à igreja, a vida deles não mudou, mas eles foram salvos porque eles levantaram as suas mãos. Olha só o que fizemos. Vejam só o que fizemos.

Se você está aqui hoje à noite, e está preocupado com a sua alma, eu não vou vou pedir que você levante a sua mão e eu não vou pedir que você preencha um cartão. Mas eu vou ficar aqui até às seis da manhã, que é quando meu avião decola, para aconselhar você. Você percebe que esse é o problema, não é? A grande presunção de que as pessoas vem até a frente, assinam um cartão, falamos com eles por cinco minutos sobre salvação, declaramos que eles estão salvos, e aí depois nós nos perguntamos porque temos que derramar tanto discipulado em cima deles e eles mesmo assim não crescem. Nós fazemos a grande presunção, nós fazemos essas pessoas passar por um rito evangélico, e porque eles disseram todas as respostas “certas”, nós declaramos que eles estão salvos e não não nos preocupamos com isso mais. Isso é errado.

Eu vou dizer isso a vocês: se você se arrepender, e crer em Jesus Cristo esta noite, se você fez isso, Ele te salvou. Mas eu vou dizer isso pra vocês: se você fez uma decisão por Cristo, se você vê Cristo como Senhor nesta noite, e você professar fé nEle, Ele te salvou; mas se você sair daqui e a sua vida não mudar e você não começar a crescer e Aquele que começou a boa obra em você não completá-la, o que aconteceu aqui esta noite não foi uma conversão genuína. Porque a evidência de conversão genuína é uma obra continuada de Deus na alma de uma pessoa. Essa é a maneira antiga, esse é o Cristianismo histórico. Quantos de vocês e quantas pessoas que você conhece – não é verdade? – têm filhos e eles fazem uma profissão de fé quando eles têm 6 anos , porque alguém perguntou a eles se eles queriam ir para o céu, ou se eles amam Jesus, e é claro que eles levantaram as suas mãos. Aí quando eles fazem 14, 15 anos, eles começam a viver no mundo, odiando as coisas de Deus, e aí vocês vão até eles e dizem: “Mas você é cristão e precisa se comportar de maneira diferente.” Vocês está agindo com eles de maneira errada. Não é a abordagem correta.

Vocês precisam abordá-los desta maneira:

“Vocês fizeram uma profissão de fé em Cristo, mas cada uma das evidências na sua vida, neste momento, mostra que talvez a sua profissão de fé em Jesus Cristo foi falsa e que você ainda está no seu pecado e se você morresse hoje, você iria para o inferno. Agora certifique-se de seu chamado e eleição, se arrependa e retorne para Cristo.”

Você percebe o quão superficial o nosso Cristianismo se tornou? Ah meu querido amigo, essas coisas não deveriam ser assim, mas elas são. Acordem para o Evangelho, o verdadeiro Evangelho, não daquele tipo reduzido. É um evangelho de graça e um evangelho de poder – Aquele que começou a boa obra em vocês irá terminá-la. [Filipenses 1:6]

A evidência da conversão não é um “cartão de decisão” preenchido, é uma vida sendo vivida.

por Paul Washer