sábado, 7 de janeiro de 2012

O melhor do mundo é a salvação | John Piper

O título é o legado permanente do Dr. Widen, um grande santo que dirigiu a campanha para a construção, em 1955, do edifício onde estão a maioria das nossas classes de Escola Dominical e escritórios da igreja. Visitei-o no hospital há 16 anos, no momento em que morria. Da sua cama, olhou-me com um sorriso, e disse, "Pastor John, a melhor coisa no mundo é a salvação". 

Você consegue sentir isto? Se não, provavelmente nunca se sentiu verdadeiramente perdido e desesperado diante do julgamento de Deus, ou ameaçado pela eternidade do tormento consciente no inferno. Oh, como adoramos ser salvos quando quase morremos por causa de uma forte corrente submarina do oceano ou um dos nossos dedos fica preso no ralo do fundo de uma piscina (sim, cheia de água!). 

Ou no momento em que você quase passa à frente de um carro, que não tinha visto e que acelera a cerca de 64 km/h quando está a um metro de distância, mas a sua mulher, ao chamá-lo, impede-o, no último minuto, de encontrar a morte. Ou na remissão de uma longa batalha contra o câncer. Ou no momento da libertação da prisão de Gulag após 16 anos à espera da morte. Ou após ter sobrevivido, inexplicavelmente, a um acidente de avião em que outras pessoas morreram. 

Oh, como amamos a vida nesses momentos, e damos valor a tudo o que é precioso! É o que acontece quando sentimos o valor único de ser salvos do pecado. Não são só palavras. Não é apenas um fato aprendido na Bíblia, mas o sentimento real de que somos condenados justamente, perdidos desesperadamente, e privados de Deus, da vida, da alegria. E depois descobrimos que Deus providenciou uma saída. 

Que Ele nos perdoa. Que nos aceita e ama, e que fará com que tudo coopere para o nosso bem. Vemos que TODOS os nossos pecados podem ser perdoados, atirados para o fundo do mar e nunca mais usados contra nós. Oh, que preciosidade ser salvo do pecado, do julgamento e do inferno! 

No entanto, será bíblico dizer que a melhor coisa do mundo é a salvação? Pois, claro, a melhor coisa do mundo é DEUS. Mas o Dr. Widen não quis comparar a nossa experiência com Deus. Comparou-a a todas as outras experiências. A razão pela qual a salvação é a melhor experiência do mundo é porque DEUS é a melhor Pessoa do mundo, e ser salvo significa ser resgatado do pecado e maldição para conhecer e apreciar Deus para sempre. Se DEUS não fosse a melhor Realidade do universo, ser salvo para estar com Ele não seria a melhor coisa no universo. 

Sim, está bem, mas será bíblico dizer isto? Ora bem, eis o texto que me vem à mente ao dizê-lo. Em Lucas 10.20, Jesus disse aos setenta discípulos: "Mas não se alegrem só porque os espíritos maus vos obedecem. Alegrem-se antes por terem os vossos nomes escritos no céu". Em outras palavras, trata-se de um grande sucesso no ministério: os demônios sucumbiram perante vós e pessoas foram salvas. É fantástico! É maravilhoso! Foi para isso que fomos enviados. Agradeçam a Deus por este triunfo. 

MAS, não deixem que esta seja a vossa primeira alegria, ou a vossa derradeira alegria, ou sequer a vossa alegria indispensável. Em vez disso "alegrem-se por terem os vossos nomes escritos no céu". Ou seja, alegre-se por estar inscrito na lista dos redimidos. Alegre-se por ir para o céu quando morrer. Alegre-se porque Deus colocou você entre os eleitos. Alegre-se por ser salvo. Está é a melhor coisa que pode haver. Não é o ministério, mas sim, conhecer Deus, ver Deus, apreciar Deus. A melhor coisa do mundo é a salvação. Porque se trata da salvação para DEUS. 

Salvo e alegre convosco à medida que a Sexta-feira Santa e a Páscoa se aproximam, 

O Pastor JohnPiper