sábado, 4 de maio de 2013

Acorda Brasil! | Hernandes Dias Lopes

bandeiraA grandeza de uma nação é medida pelos valores morais que a sustentam.
Jamais construiremos uma grande nação, fazendo da sodomia o alicerce de sustentação da família.
Jamais construiremos uma nação pujante pervertendo a mente das nossas crianças com aberrações e distorções sexuais grotescas como ensinam algumas cartilhas distribuídas em escolas públicas.
Jamais construiremos uma nação poderosa se nossas autoridades lutam pela aprovação do aborto, incentivando a cultura da morte, onde um milhão de bebês são mortos com requinte de crueldade, todos os anos, no patíbulo do ventre materno.
Jamais construiremos uma nação abençoada se ainda hoje, em algumas tribos indígenas brasileiras é sabido que crianças são enterradas vivas porque nascem com algum defeito físico, e isso, por causa da omissão incompreensível do Estado.
Jamais construiremos uma nação forte apenas com riquezas materiais ou progresso científico.
O nosso povo precisa não apenas de informação, mas também e sobretudo, de transformação. Se não colocarmos o pé no freio e se não nos arrependermos dos nossos erros gritantes, entraremos numa rota de colisão e faremos uma corrida acelerada rumo ao desastre.
Os grandes impérios no passado caíram porque estavam podres por dentro. Nossas autoridades precisam entender que são ministros de Deus para a promoção do bem e coibição do mal. E a igreja cristã precisa exercer sua voz profética, orando pelas autoridades constituídas e clamando contra o mal, ainda que isso lhe custe o desconforto da incompreensão ou até mesmo a dor da perseguição.
Hernandes Dias Lopes